skip to content

Subprojeto Hannover: Negociação de pertencimento e cidadania considerando categorizações sociais

Entre os interesses de pesquisa dos subprojetos Hannover e Colônia se encontram processos de construção de diferenças culturais e a negociação de cidadania e pertencimento na América Latina. A análise das interdependências de categorizações sociais continuarão a desempenhar um papel central. No subprojeto Hannover se estuda o entrelaçamento das categorias de classe, idade, etnia e gênero no contexto dos processos de migração e construção de elite. Se aborda da questão até que ponto etnicidade, com estas entrelaçamentos, é significativa ao nível de ação dos atores.
Além disso, o subprojeto de Hannover organiza com o subprojeto de Colônia uma oficina para a sensibilização de instrutores que se concentram em anti-racismo e perpectivas póscoloniais no âmbito da aprendizagem global e instruções interculturais.
Por causa da crescente interdependência global, procura-se uma perspectiva comparativa com outras regiões. Este procurará alcançar através de contatos existentes e uma estreita colaboração com pesquisadores que trabalham sobre temas atuais na África, nas universidades participantes de Colônia e Hannover.
No período de 2010-2014, etnicidade foi investigada como um processo de categorização, que se refere às características culturais e fenotípicas e é situada historicamente. Com o conceito de pertencimento, podem ser também incluídas na análise as formas de organização social que não são baseadas em características étnicas. Além disso, no subprojeto de Hannover são analisadas as atribuições étnicas com as suas interações com as mudanças socio-econômicas e políticas. Os coletivos étnicos não estão a ser assumidos homogêneos. Pelo contrário, seus conflitos internos e as diferenças de percepção, dependentes de relações de gênero, geração e classe, são parte central de estudo.

Diretor

Colaboradora

Outros colaboradores - Universidade Hanôver